Nós, como seres humanos, necessitamos e utilizamos muito do meio ambiente. Uma série de recursos usados para diversas aplicações em nossa vida moderna, são devidamente provindos da natureza. Desta forma, devemos compreender como um aspecto fundamental para que nossa vida seja assim como ela é.

Por isso, é necessário que tenhamos alguns cuidados e preocupações com o tipo de uso que fazemos do meio ambiente, o impacto que geramos para a natureza e como isso afeta toda uma cadeia de seres, da fauna e da flora, e que, por fim, atinge a nós mesmos.

Esses cuidados devem ser tomados rotineiramente perante o tipo de atividade que exercemos, o lixo e resíduos que geramos, saneamento basico, as obras que fazemos, onde as fazemos, enfim, tudo isso deve ser devidamente analisado para que o meio natural não seja danificado ou atingido negativamente por essas ações.

Sendo assim, é de suma importância que conheçamos um pouco a respeito do licenciamentos e tratamentos de ordem ambiental. Desse modo, podemos segui-los, respeitando a lei e, como consequência, o meio ambiente.

Neste texto, abordaremos um pouco a respeito desses itens, como o licenciamento, e como eles devem ser seguidos e aplicados, evitando assim, multas e punições de ordem jurídica para você e para a sua empresa, ou mesmo para que se minimize os impactos graves e destrutivos em relação a natureza.

Tratamento de água residuais industriais

Uma determinada estação de tratamento de águas residuais industriais proporciona que os efluente sejam excluídos conforme a aplicação de leis de ordem estadual e federal. Desta forma, as estações em si possibilitam que, em algumas situações, o reuso do material tratado.

Uma estação de tratamento de águas residuais busca cuidar de fluídos restantes dos meios que são utilizados no âmbito da produção industrial, como os processos fabris que criam uma quantidade grande e robusta de resíduos.

Desse modo, a estação de tratamento de águas reutiliza a volume usado nos processos de produção, onde é realizado uma análise da estrutura química do líquido, e isso em comparação ao desempenho que pode ser alcançado.

Basicamente, deve-se entender que uma estação atua com a reutilização de água procedente do meio industrial, sendo assim, se torna capaz para a algumas aplicações, como:

  • Sistemas de resfriamento;
  • Redes de descargas em banheiros;
  • Irrigação de áreas verdes;
  • Lavadores e higienização num contexto geral.

A estação de tratamento de águas residuais industriais somente será utilizada caso a quantidade de água se mostre satisfatória para que haja a alimentação do sistema. Sendo assim, os critérios de saída de uma estação são requeridos pela atividade onde a água será aplicada.

Ete compacta

A conhecida Ete compacta, que também leva o seu nome de Ete pré-fabricada, é um dos itens mais procurados no meio do saneamento.

Entretanto, em muitos dos casos, não se deixa devidamente claro os mecanismos de funcionamentos, as rotinas de operação e as reais medidas de controle de sua operação, tornando assim, um equipamento quase indecifrável para o usuário.

Para evitar confusões com definições técnicas, alguns profissionais do meio atribuem uma classificação dividida em dois pontos específicos: os sistemas intensificados, esses que podem ser construídos in loco ou mesmo pré fabricados, sendo sistemas mais compactos e com maiores custos operacionais.

O segundo consiste nos sistemas extensivos, esses que são construídos in loco, possuindo requisitos e custos de operação mais baixos. Em contrapartida disso, eles exigem maiores áreas de implantação.

Licenciamento ambiental cetesb

Quando falamos em licenciamento ambiental CETESB consiste, basicamente, em um ato administrativo pelo qual o devido órgão ambiental que demonstre determinada competência estabelece algumas condições, restrições e medidas de controle do setor.

Essas ações que necessitam ser cumpridas e obedecidas pelo empreendedor ou pessoa física, para localizar, instalar operar ou ampliar determinadas atividades que se utilizem recursos de ordem ambiental consideradas efetivas ou destruidoras.

Licenças ambientais podem ser expedidas por órgãos como a CETESB, de maneira isolada ou sucessivamente, de acordo com a natureza e fase do empreendimento ou atividade que se está realizando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *