O lixo é, sem dúvida alguma, um problema muito grave mundialmente. Isso vale, principalmente, para aquele tipo de lixo que não desaparece na natureza e que pode contaminar rios, mares e até a saúde de pessoas.

É o caso, por exemplo, de materiais tóxicos, do plástico, do metal e até do vidro. Para evitar que esse problema seja maior do que já é, muitos governos utilizam esquemas e estratégias de coleta, reciclagem e eliminação do lixo. O transporte e tratamento de resíduos também é muito importante para tudo isso.

Neste texto, você vai ler tudo a respeito do descarte ideal de qualquer tipo de lixo. Como funciona a reciclagem, o que ela muda na sua vida, quais materiais podem ser reciclados e no que eles se transformam, além de outras informações relevantes sobre esse importante assunto. Confira!

Como é feita a reciclagem?

Os lixos reciclaveis são tipos específicos de resíduos que podem ser transformados em outros produtos e comercializados após essa transformação.

Em muitas cidades, principalmente, em países de primeiro mundo, os governos têm investido em fábricas de reciclagem que fazem com que o problema que antes era o lixo se torne uma solução econômica, já que vale muito dinheiro.

Infelizmente, no Brasil ainda há pouca oferta desse tipo de indústria, embora muitos trabalhem com reciclagem e a coleta seletiva tem crescido bastante em todas as cidades brasileiras.

Embora seja muito eficiente, não é possível reciclar tudo. Alguns produtos precisam ser descartados e isso deve ser feito com muita segurança.

O transporte de resíduos perigosos, por exemplo, é uma questão real de saúde pública. Se ele se espalhar, pode contaminar áreas enormes e causar graves tragédias. Por isso, tanto o transporte, quanto o descarte desses materiais perigosos e não recicláveis deve ser feito com muito cuidado.

O que pode ser reciclado?

Ao chegar no centro de reciclagem, os resíduos são divididos de acordo com as suas especificidades e, depois disso, passam pelo processo de reciclagem.

Eles podem se transformar em qualquer coisa, visto que primeiro voltam a ser uma simples matéria-prima e depois são vendidos para outras fábricas que transformam esses produtos básicos em embalagens, caixas, suprimentos, peças e entre outras coisas.

Na lista abaixo você vai conhecer os principais tipos de elementos que são recicláveis e que podem ser reutilizados, caso passem por um processo eficiente e qualificado de reciclagem:

  • Embalagens plasticas;
  • PVC;
  • Madeira;
  • MDF;
  • Papel;
  • Metais;
  • Vidro;
  • Orgânicos (resto de comida, plantas, folhas, etc).

Esses são os principais elementos que podem e são reciclados em muitos lugares do Brasil e do mundo. Para que tudo isso funcione da forma correta é preciso ter uma estratégia eficiente de retirada de entulho, transporte, limpeza, estocagem dos produtos e, enfim, a reciclagem em si.

Depois disso, o transporte até os compradores que transformarão essa nova matéria-prima em algum novo produto.

Quais os benefícios da reciclagem?

Ambientalmente, os benefícios de se reciclar a maior parte do lixo existente no planeta já é bem conhecida. O plástico, por exemplo, pode destruir a vida marinha em poucos anos, caso seja descartado da forma como é hoje.

Existe um tipo de plástico muito usado e conhecido apesar do nome diferente. O polietileno granulado preço é um dos responsáveis pelo assassinato em massa de animais marinhos, como a tartaruga.

O problema que ele está presente em diversos produtos, desde o glitter que você usa no carnaval, até sua pasta de dente com brilhinhos que vai direto pelo ralo e termina no oceano.

Por isso, reciclar e evitar o uso de determinados produtos é um real motivo para que várias espécies animais não entrem em extinção, não atrapalhem o equilíbrio do universo e não destruam cadeia e teia alimentar existente no planeta.

Isso tudo afeta, diretamente, a vida do ser humano. Sem o equilíbrio ambiental, o homem também pode entrar em extinção. A temperatura do planeta sobe, falta alimento, oxigênio e uma série de problemas gravíssimos.

Por isso, a reciclagem é muito importante. Ela não salva apenas os animais, o meio ambiente em que se vive, ela salva a vida dos próprios seres humanos.

Porém, isso não depende apenas do tratamento de resíduos. É preciso que todos façam sua parte. Gaste menos, produza menos lixo, consuma apenas o que é necessário, economize para que o planeta não falte no futuro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *