Conforme fomos evoluindo como sociedade, cada vez mais nos distanciamos de nossas raízes naturais e cada vez mais nos cercamos de coisas artificiais que não nos proporcionam os benefícios que a natureza traz.

Além desta distância, o nosso constante consumo gera resíduos e um impacto ambiental direto, o que desestabiliza todo o meio natural e, por consequência, nos prejudica.

Enfim, vamos abordar aqui quais são as causas dessa influência do homem e como ela afeta toda a natureza. Então, aconselho que continue a sua leitura, e vamos juntos ver quais os impactos ambientais provocados pelo homem e quais são seus detalhes.

Impactos ambientais

Basicamente, o impacto ecológico ou ambiental, é a consequência direta das ações humanas na natureza, provindas das atividades que executam na modernidade. A agricultura e a mineração são exemplo clássicos de atividades humanas e econômicas que alteram o meio ambiente.

Esses impactos afetam o planeta das mais variadas formas possíveis e podem chegar a causar estragos e danos irreversíveis. Esses estragos podem apresentar variações específicas, como no caso da poluição urbana do ar, por exemplo.

Já em questões globais, entram na lista o desmatamento, a degradação da costa marina e o mais agravante, que é o exacerbado efeito estufa.

O aquecimento global

O – talvez já conhecido – aquecimento global pode ser explicado como sendo um processo de elevação das temperaturas médias da Terra ao longo do passar dos anos.

A maioria dos estudos indicam que sua ocorrência estaria vinculada diretamente pelas atividades humanas, que provocam problemas atmosféricos, no nível dos oceanos por ocorrência do derretimento das calotas polares.

A primordial e principal das causas do aquecimento global, segundo grande parte da academia científica, seria a intensificação do chamado efeito estufa, que para a surpresa de muitos, é um fenômeno de ordem natural, responsável pela manutenção das temperaturas na terra, porém este estaria sendo intensificado e aumentado por ações humanas a ponto de causar enorme prejuízos.

Basicamente, o impacto ecologico e agravação do efeito estufa, vem de algumas práticas humanas, como:

  • Emissão de poluentes pela indústria;
  • Exploração florestal;
  • Produção de energia
  • Queima de combustíveis fósseis por diferentes meios.

Extinção das espécies

Nos âmbitos da biologia e da ecologia, extinção é o total desaparecimento de diferente espécie, subespécies ou mesmo grupo de espécies. A extinção de animais é comumente considerada a morte do último indivíduo da espécie.

Naquelas com reprodução sexuada, a extinção geralmente é inevitável quando há apenas um único indivíduo restante da espécie em questão ou então apenas indivíduos de um mesmo sexo

Hoje muitos ambientalistas, especialistas e governos, têm aumentado sua preocupação com o fator da extinção de espécies devido a ação direta do homem.

Dentre as causa da extinção, se inclui a destruição do habitat natural de certas espécies e a introdução de novos predadores.

Ainda não temos pleno conhecimento pelas verdadeiras causas das extinções em massa que ocorrem no planeta, porém, alguns fatos apontam no sentido de que elas podem ser consequências diretas de grandes mudanças de temperatura na Terra ou até mesmo da queda de grande meteoritos que acabam por provocar catástrofes em alguns continentes.

O ainda considerado recente surgimento da espécie humana, não alterou os naturais dispositivos de evolução, a não ser pelos últimos séculos, onde passamos a ser fator fundamental do desaparecimento total de milhares de espécies ao redor do globo.

Sem dúvidas, esse é um grande problema ecológico e, por isso, tem movimentado muitos cientistas e pesquisadores, visto que o número de espécies extintas tem aumentado ano após ano. Inclusive, espécies nas quais ainda não obtemos conhecimento.

A biodiversidade que existe hoje na Terra, ainda é a portadora de um “banco de genes” de valor imensurável. Por isso, é nosso dever entender que qualquer espécie tem sua devida importância, tanto nos dias de hoje, como nos que virão no futuro, e além disso, devemos garantir que haja o equilíbrio natural dos ambientes, dos quais inclusive nós dependemos muito.

Basicamente, necessitamos entender e realmente começar a agir para que nossas práticas não se findem em destruição dos meios naturais, inclusive porque nós temos dependência direta desses meios, por isso, é essencial que eles se mantenham equilibrados e devidamente saudáveis.

Nós somos a natureza, por isso, preserva-la significa preservar uma melhor condição da nossa espécie no presente, e especialmente no futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *