A técnica de perfuração direcional costuma ser usada afim de manter o poço de exploração de petróleo em um rumo predeterminado, fazendo com que o objetivo estipulado seja alcançado.

Essa técnica é utilizada quando o objetivo da perfuração não pode ser alcançado de maneira simples, como em casos de haver rochas e outros componentes pelo caminho.

A perfuração direcional se originou através de uma operação reparadora em alguns problemas especiais de perfuração, sendo alguns deles desvios a partir de um side track, que consiste em um poço já perfurado, motivados por uma “ferramenta” deixada no poço ou, até mesmo, pela estrutura.

Os outros motivos para a aplicação desse tipo de perfuração podem ser poços direcionais voltados à exploração a partir de uma única plataforma, com o intuito de verificar novas reservas em áreas de proteção ambiental ou em áreas urbanas, zonas fraturadas para controle de poço de alívio, que também pode ser conhecido como Blowout e poços multilaterais.

Em território nacional, a técnica vem sendo utilizada em campos terrestres, como no caso da Bahia, por exemplo, onde existem diversas áreas com falhas geológicas que acabam afastando consideravelmente o objeto da verticalidade da superfície, onde o poço é iniciado. Já no Rio Grande do Norte, o histórico de poços direcionais acabam se concentrando na região dos Poços de Salina Cristal.

O que é estaca raiz e para que serve?

A estaca raiz método executivo é uma estaca escavada com o intuito de integrar um grupo de estacas usadas em fundações profundas, podendo atingir mais de 50 metros e possuindo diâmetro de 80 a 500 mm, seja em rochas ou em solo.

Esse modelo consiste numa estaca argamassa “in loco”, ou seja, acaba sendo produzida diretamente no local que é designado no projeto de fundações, conhecido como canteiro de obras.

É caracterizado como máquina de perfuração rotativa e, por conter uma elevada tensão de trabalho ao longo de uma coluna que liga a base e o topo, conhecida como fuste, é inteiramente armado ao longo de todo seu comprimento.

Algumas das principais características da estaca tipo raiz que realmente solucionam os problemas de fundações, consolidação do terreno e reforços com êxito são:

  • Capacidade de carga de até 140 tf;
  • Possibilidade de execução em áreas restritas;
  • Possibilidade de execução em alturas limitadas;
  • Recalques reduzidos;
  • São inteiramente armadas ao longo de seu comprimento;
  • Possui elevada tensão de trabalho do fruste (corpo da coluna);
  • Podem ser executadas em direções inclinadas e qualquer tipo de terreno;
  • Podem ser executadas em direções especiais (inclinadas).

Outros tipos de estaca e suas funções

Outros tipos de modelos de estaca são as perfuradas ou a estaca cravada de concreto, caracterizadas por possuírem grandes comprimentos e pequenas seções transversais, feitas de aço, concreto pré moldado, madeira ou outros materiais.

Esse equipamento pode ser dividido em diferentes categorias, como estacas pré moldadas, estacas mistas e estacas in loco.

Quanto as estacas pré moldadas de madeira, são usadas abaixo do nível d’água, e seu topo deve possuir diâmetro superior à 25 cm e devem sempre ser protegidos para que não sofram danos durante a cravação, enquanto sua ponta deve obter diâmetro maior que 15 cm, sempre sendo protegida com uma ponteira de aço ao se fazer necessária a penetração em camadas do solo que sejam mais resistentes.

A cravação de estacas costuma ser executada com o uso de um martelo de queda livre e sua vantagem é que podem ser emendadas facilmente e possuem duração prolongada quando usadas abaixo do nível d’água.

As estacas metálicas são produzidas a partir de perfis soldados ou laminados, tubos de chapas dobradas e trilhos. Esse modelo deve ser resistente à corrosão causada pelo tratamento adequado ou até mesmo pela própria natureza do aço, e dispensa tratamento caso estejam inteiramente enterradas em terreno natural.

Sua vantagem é que podem ser facilmente emendada e possui elevada resistência à tração e compressão, além de não trincar e não fissurar, possuindo pouca vibração durante sua cravação, enquanto as estacas pré moldadas de concreto podem ser produzidas em formato horizontal ou vertical, sendo cravas ao solo por meio de bate estacas.

Esse modelo possui boa resistência de esforços de flexão e cisalhamento e boa capacidade de carga. Já que são produzidas em fábricas devidamente apropriadas, possuem boa qualidade do concreto e são controladas e fiscalizadas por laboratórios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *