A construção civil sempre foi um dos pilares da humanidade. Hoje em dia não é diferente. Muito pelo contrário, hoje, esse pilar é ainda mais forte. Seja na cidade ou no campo, por todos os lados somos cercados por construções, edificações e monumentos, de todos os tipos.
A importância de esse pilar pode ser representada em números: cerca de 10% do PIB do Brasil e, atualmente, mais de dois milhões de cidadãos empregados estão na conta da construção civil, seja de maneira direta ou indireta. Entretanto, tudo tem um preço a se pagar, e neste caso não é apenas financeiro.

O entulho é um problema imenso para quem não sabe o que fazer com ele

Estamos falando do entulho. Afinal, uma construção sempre implica em resíduos daquilo que não deu certo ou, simplesmente, teve de ser demolido para dar lugar a uma nova construção. Mas o problema é que a produção de entulho se tornou algo fora de controle no Brasil. Em metrópoles, a produção de entulho representa o dobro da produção de lixo urbano.

No Brasil, a produção de entulho chega a alcançar 84 milhões de m³ por ano, segundo dados da Abrecon (Associação Brasileira para Reciclagem de Resíduos da Construção e Demolição). Não obstante, muitas vezes esses resíduos são despejados de maneira ilegal e causam sérios prejuízos ao ambiente, além de que todo o entulho, necessariamente, implica em perdas financeiras. Ou seja, não é bom para ninguém. Em contrapartida, as soluções desse impasse podem ser milionárias, envolvendo desde instituições governamentais até a compra de sucata por empresas. Portanto, listamos aqui alguns métodos para ajudar na resolução desse desafio e seus benefícios.
Métodos para controlar o problema do entulho

1. É possível diminuir a quantidade de entulho produzido

O entulho é, em sua maior parte, consequência de falhas dos engenheiros ou arquitetos responsáveis pela obra. Essas falhas, geralmente, residem em projetos mal elaborados ou por uma incapacidade em associar projetos complementares ao projeto principal. A cada erro, uma demolição ou reforma. Portanto, é importante ter profissionais capacitados para planejar e comandar o processo, de modo a evitar erros e, consequentemente, diminuir a produção de entulho.

2. Promover a coleta de entulho

É quase impossível não produzir entulho, mesmo tomando os cuidados necessários e contratando profissionais excepcionais. Contudo, isso não é motivo para descuidar do entulho produzido. Portanto, a primeira coisa a considerar é contratar caçambas de entulho.

Assim, pelo menos já estará disponível um local em que se possam jogar os resíduos. O interessante é que as caçambas não, necessariamente, abrigam apenas entulho, nelas também são encontradas muitas latinhas de alumínio, depositadas por transeuntes. Isso auxilia na venda de sucata, indiretamente. No que tange ao entulho, a partir de sua deposição na caçamba, e quando esta se encontra cheia, é exigida uma ação da empresa para a retirada desta. Com essa medida, é facilitada toda uma logística desde a retirada do entulho até sua reciclagem, passando pelo transporte que é etapa fundamental do processo.

3. Promover a reciclagem

A tecnologia atual permite fazer muitas coisas com materiais já existentes. A reciclagem é uma área extremamente vantajosa, não somente para o sucateiro ou para a empresa de reciclagem, que lucram diretamente com o processo, mas para todos, e para o ambiente também. Pois ela ameniza danos ambientais ao reutilizar lixos que seriam depositados em algum lugar, e também pode reduzir prejuízos financeiros para quem compra o material reciclado, pois, em geral, este é mais barato.

Com o entulho, essa situação não é diferente. Muito do material encontrado no entulho pode ser reciclado e reaproveitado no próprio setor da construção civil, barateando o custo da matéria-prima e ajudando na sustentabilidade ambiental.

Esse setor de reciclagem de entulho cresce muito a cada ano, tendo em vista sua extrema lucratividade e sustentabilidade – dois temas super atuais, diga-se de passagem. Ademais, já foi mencionado que o entulho auxilia na venda de sucata, pois há grande quantidade desta e metais não ferrosos dentro das caçambas.

4. Facilitar o transporte do entulho

Há inúmeros meios de transporte de entulho disponíveis, sendo mais comuns os caminhões. O importante é garantir que o transporte seja barateado para auxiliar a reciclagem, para isso, a logística deve funcionar bem, como mencionado anteriormente.

5. Verificar a legalidade da obra

É extremamente importante verificar se tudo está dentro das Leis Ambientais, a fim de contribuir com a realização de procedimentos da forma correta, prevenindo possíveis problemas relacionados ao desperdício de materiais e outros fatores, que possam afetar ao meio ambiente e a segurança das pessoas de alguma forma.

6. Fiscalizar o setor de construção civil

Sempre fiscalizar onde estão sendo despejadas as toneladas de entulho e multar (ou até prender), quem burla as regras. Você pode ajudar fazendo denúncias, fotografando e colocando nas redes sociais.

Pode-se perceber que a reciclagem pode ser muito útil, seja por poder dar uma solução ao entulho, seja por gerar um mercado lucrativo para quem faz a compra de sucata, com certeza é o caminho a ser seguido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *