Dentro da área ambiental, o termo Gerenciamento de Áreas Contaminadas é um conceito bastante amplo e que engloba uma série de serviços de análise de impactos e propostas de melhorias ambientais.

Geralmente, esses planos de gestão são feitos por consultorias ou empresas especializadas na área ambiental e que contam com o apoio de engenheiros ambientais, técnicos, advogados e pessoas ligadas à esta área.

Vale destacar que o gerenciamento pode ter várias especificidades; mas, de forma geral, esse é um item obrigatório dentro das resoluções do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) que vigoram desde 2019.

Há uma lista de exigências de planos ambientais conforme a indústria de exploração e sua atividade, contudo, toda empresa que gera algum risco ambiental precisa elaborar esse documento.

Como as áreas afetadas dentro de um processo são múltiplas, o Gerenciamento de Áreas Contaminadas pode estar subdividido em vários segmentos ambientais. Quer saber mais sobre esses tipos de gerenciamento? Então continue lendo esse conteúdo elaborado especialmente para você!

Estudo de impacto ambiental

Medir os impactos ambientais é uma tarefa um tanto desafiadora dentro do cenário ambiental. Neste contexto, as consultorias especializadas na área elaboram o chamado Estudo de impacto ambiental que tem como proposta analisar os riscos, os impactos já produzidos e ações preventivas, para preservação.

Esse estudo pode envolver a combinação de várias técnicas de análise e processamento ambiental. Seja em um formato mais simples ou mais elaborado, com direito a análises avançadas das bacias hídricas ou o documento chamado de Levantamento topográfico, esse estudo é importante.

Entre os principais objetivos, se destacam algumas ações que podem ser incorporadas aos setores de responsabilidade ambiental da empresa, como:

  • Gestão de riscos ambientais;
  • Construção de alvarás e licenças;
  • Análise de contaminação hídrica ou do solo;
  • Análise das condições do ecossistema;
  • Acesso à equipe especializada;
  • Elaboração de planos para redução de impactos;
  • Prevenção de riscos.

Como nem toda empresa conta com equipes especializadas para todos esses serviços, apostar na contratação de empresas focadas em Consultoria ambiental SP é uma alternativa interessante.

As consultorias são empresas crescentes no mercado e que unem expertise dos mais diversos perfis profissionais nesta área.

Levantamento topográfico

Assim como os geólogos, os agrimensores ou profissionais habilitados para análise das condições de solo e morfologia, são fundamentais na área ambiental.

Não é por acaso que antes de qualquer grande obra ambiental, o Levantamento topográfico surge para medir informações relacionadas ao solo, às pedras, à água e outras condições ambientais.

Há várias formas de obter essas informações, seja com sondas, equipamentos específicos, instrumentos de medição ou objetos semelhantes.

Geralmente, esse levantamento é feito por empresas que são especializadas em topografia, na análise e construção do Levantamento topográfico e de outros laudos. O principal objetivo deste documento é trazer informações ambientais como:

  • Índices de contaminação da água;
  • Toxicidade do solo;
  • Situação de desgaste geológico;
  • Condições de base para estruturas de construção.

É a partir deste documento que os profissionais do meio ambiente conseguem melhorar alguns processos. A instalação de barreiras hidrográficas, a análise de contaminantes no solo e projetos de drenagem são apenas exemplos.

Análise de efluentes

As chamadas estações de tratamentos de efluentes (ETE) são serviços extremamente necessários dentro da área ambiental.

Na prática, a Análise de efluentes consiste em analisar a toxicidade de resíduos industriais indesejados e contaminantes em fluidos.

A priori, cabe dizer que os efluentes industriais são restos de gases e outros elementos tóxicos que podem gerar uma série de problemas ambientais na água, no solo e na vida do ecossistema.

Neste contexto, as indústrias e as empresas precisam adquirir a chamada Estação de tratamento de efluentes (ETE) para tratar tais resíduos antes de descartá-los na natureza.

Este equipamento recebe essas substâncias e funciona como uma espécie de tanque industrial que transforma os sólidos, remove poluentes e os direciona para uma descarte adequado. Em resumo, as vantagens do serviço consistem em:

  • Remoção de substâncias contaminadas;
  • Tratamento da água;
  • Redução de impactos ambientais;
  • Tentativa de redução de doenças.

Empresa de licenciamento ambiental

Por fim, nunca é demais destacar que toda empresa precisa de um alvará de funcionamento e das licenças ambientais.

Neste cenário, existe opções de Empresa de licenciamento ambiental que cuidam deste processo, desde a orientação até a entrada dos documentos.

O licenciamento ambiental é uma obrigatoriedade do Ministério do Meio Ambiente para toda e qualquer empresa que causa riscos ambientais.

As consultorias ambientais são ótimos estabelecimentos para buscar essas orientações antes de realizar qualquer ação nesse sentido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *