Com a Revolução Industrial na metade do século 18, a produção de lixo começou a causar graves impactos sanitários.

Assim, a forma como o lixo é descartado passou a ganhar mais atenção ao longo dos anos, especialmente quando se considera os estragos ambientais, ocorridos devido a forma errada com que a população vem tratando esse lixo.

Dessa forma, a reciclagem, vem desempenhando um papel cada vez mais importante para a sustentabilidade. Mas, afinal, você sabe o que é reciclagem?

A reciclagem pode ser entendida como o fato de pegar algo que não tem mais serventia, transformando-a em matéria-prima, podendo ser algo igual ou diferente do item anterior.

De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), o Brasil perde R$ 8 bilhões anualmente por não reciclar, colocando em aterros e lixões um bem que poderia ser transformado.

A partir desses dados é possível concluir que a reciclagem vai muito além da sustentabilidade.

Sendo possível reaproveitar e também ganhar dinheiro, uma vez que a sucata permite a constante reutilização e transformação, não perdendo suas propriedades ou qualidades. Assim, a compra e venda desses materiais acaba gerando lucro.

A partir da Política Nacional de Resíduos Sólidos, implantada por meio da Lei 12.305/2010, as empresas passam a ter responsabilidades, quanto redução, reciclagem ou reutilização dos resíduos sólidos.

Dessa maneira, muitas empresas passaram a ver nos resíduos uma oportunidade de geração de lucro, colocando esse material no mercado de compra e venda, o que pode ser realizado até mesmo pela internet ou mais comumente no ferro velho.

Assim, essa empresa tanto pode disponibilizar para a venda um resíduo que ela não utiliza mais, quanto pode fazer a compra de um material que possa ser utilizado em sua cadeia de produção.

Confira o tipo de sucata mais vendidos:

  • Sucata de ferro;
  • Sucata de alumínio;
  • Sucata de cobre;
  • Sucata de latão;
  • Sucata de aço inox;
  • Sucata de ferro cavaco;
  • Sucata de bronze;
  • Sucata de chumbo.

Conheça um pouco mais sobre os tipos de resíduos

A sucata de latão, por exemplo, é constituída de cobre e zinco, com proporção menor deste último. Pode ser aplicado na fabricação de alfinetes, parafusos e arames.

É muito resistente e quando utilizado para recobrir o ferro, tende a torná-lo menos suscetível à corrosão.

Já o alumínio, possui dureza, leveza e resistência a corrosão e condutividade elétrica das ligas.

Sendo assim, é apropriado para uma variedade de usos, incluindo a construção de aviões e veículos, cabos de potência aéreos e edifícios.

A sucata de chumbo, por sua vez, é encontrada em baterias de carros e cabos elétricos subterrâneos, sendo muito solicitada para uso em coletes protetores de radiação raio-x, utilizados em hospitais.

O material também é usado para isolar cabos telefônicos e ainda para fabricar estátuas. Um diferencial do chumbo é que ele pode ser reciclado diversas vezes.

A sucata de ferro tende a ser aplicada na construção mecânica, podendo até substituir o aço em algumas aplicações.

Por ser um material de grande resistência, pode ser usado para construir máquinas, estruturas e ferramentas. Pode ser encontrado em automóveis sucateados, trens, vagões, navios e trilhos ferroviários.

A sucata de bronze pode vir de ferramentas, arames, hélices de barco ou metais sanitários, sendo muito utilizado para fazer jóias e moedas. O material é composto por cobre e estanho.

Outra sucata muito utilizada é a de aço inox, material que não oxida em ambientes comuns. É também muito econômico, por esse motivo é utilizado em utensílios, na indústria automotiva, pias e lavatórios.

Como as empresas podem gerenciar os resíduos

Para que as empresas cumpram todas as exigências ambientais, precisam tratar os resíduos de forma adequada, minimizando os custos e aumentando a segurança da reciclagem e, também, os lucros.

Assim, ao realizar a compra e a venda de sucatas, sua empresa não estará apenas contribuindo para assegurar a saúde das pessoas, mas também diminuindo o impacto ambiental.

Ou seja, ao cuidar dos resíduos de forma adequada sua empresa irá deixar de sobrecarregar aterros sanitários e industriais.

Assim, ao entender como sua empresa pode contribuir para ajudar o meio ambiente e ao mesmo tempo obter lucro, ao fazer o descarte correto dos resíduos sólidos, você poderá colaborar para diminuir os impactos ambientais.

Com tanta facilidade, a compra e venda desses materiais podem ser realizadas tanto pela internet, quanto por meio do ferro velho.

Comments

  1. Conteúdo muito bom, gostei muito do seu post.
    Vou acompanhar, pois sempre aprendo mais.
    São dicas muito úteis, principalmente para um iniciante como eu.
    Bom trabalho!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *