A preocupação com o meio ambiente é uma constante dos últimos anos. Boa parte das pessoas percebeu que precisa tomar atitudes para evitar que o mundo enfrente um colapso ambiental.

Essas ações estão, hoje em dia, partindo tanto da população e do mundo público quanto da iniciativa privada. Além disso, o assunto está cada vez mais em alta, tantos nos noticiários quanto nas redes sociais.

No artigo a seguir, vamos falar sobre a reciclagem dentro da proteção ambiental. Continue com a sua leitura e tire todas as dúvidas sobre essa temática.

Reciclagem no Brasil

Um ótimo exemplo do papel da iniciativa privada na defesa do meio ambiente é o aumento do número de empresa de coleta de lixo. Mais do que isso, o serviço de reciclagem que essas empresas vêm oferecendo.

O Brasil é um país que se destaca nesse serviço. Segundo levantamentos, por exemplo, o Brasil recicla 98% das latinhas de alumínio. Quase todas as latas de alumínio do nosso país são reaproveitadas – o que significa um ótimo número.

As empresas, agora, tornaram a diminuição da produção de produtos de plástico uma das principais metas. Isso porque, a presença exagerada do plástico vem se tornando um grande problema para o mundo.

Em pesquisa recente, foi constatado que todos os mamíferos marinhos possuíam microplásticos em seus organismos. Obviamente, ingerir plástico não é algo saudável.

Este tipo de produto não se trata de algo orgânico e não é eliminado facilmente do corpo, o que acaba por trazer problemas. Mas ainda não existem pesquisas suficientes sobre o impacto do microplástico no organismo humano e no organismo de animais.

Tirando o impacto do plástico no organismo, há o problema de que esse tipo de material gera residuos solidos que demoram a se decompor.

O tempo médio de decomposição do plástico é de 400 anos e esse material ainda é pouco reciclado. Mas os números de empresa de reciclagem de plástico vêm aumentando. Isso talvez se justifique pela necessidade de diminuir a produção de plástico e pela opção das empresas de reaproveitarem esse tipo de material.

Se antes o plástico era ignorando em meio aos catadores que fazem a coleta seletiva, hoje ele já é um material cobiçado. Querendo ou não, a mentalidade de proteção ambiental gerou um mercado onde as pessoas estão até mesmo dispostas a pagar mais por produtos que sejam “amigos do meio ambiente”.

Infelizmente, por causa da amplitude do tema, muitas empresas tendam fraudar a lei, principalmente, com divulgações de produtos recicláveis ou que atuam em prol do meio ambiente. Porém, é sempre importante estar atento nesses aspectos e checar a credibilidade das instituições e dos seus materiais fornecidos

Para evitar fraudes como as que citamos anteriormente, hoje em dia existe a necessidade de se ter um licenciamento ambiental para realizar boa parte das atividades que envolvem a preservação do meio ambiente.

O governo mostra que está tentando fiscalizar esse tipo de ação e garantir que as empresas que se vendem como engajadas com a causa ambiental realmente sejam o que falam.

Mas materiais de plástico reciclados, ultimamente, também têm se mostrado uma opção para quem, além de cumprir um papel ecológico, quer economizar.

A reciclagem do polietileno granulado preço, por exemplo, vem se mostrando uma boa forma de gastar menos. Além de trazer benefícios como uma menor emissão de dióxido de enxofre e uma menor emissão de óxido nitroso, a reciclagem desse material gera um impacto de 90% de economia no gasto de água e de 33% no gasto de energia elétrica.

Outras formas de proteger o meio ambiente

Obviamente a reciclagem – e a coleta seletiva de lixo como um todo – são apenas algumas das formas de proteger e evitar a degradação do meio ambiente.

Existe uma lista enorme de atitudes que ajudam a proteger nosso planeta, são alguns exemplos dessa lista:

  • Usar formas de energia alternativas;
  • Evitar o desperdício;
  • Reduzir no dia a dia o consumo de água e de energia elétrica;
  • Optar pelo transporte público.

Proteger o planeta é um papel de todos, não só do capital privado e do poder público. Pequenas ações individuais, se combinadas, podem trazer resultados consideráveis.

Devemos sempre ter em mente, que as nossas ações do presente vão influenciar, fortemente, o nosso futuro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *