Ao decorrer dos anos foi possível observar que a mudança dos padrões de consumo e aumento da produção de resíduos está diretamente ligada à sustentabilidade, o que faz com que a utilização das técnicas de reciclagem acabam tendo papel cada vez mais importante perante a sociedade.

Dentre os materiais que mais podem ser reaproveitados e reciclados está o vidro, que não de desfaz nem se degrada, além de não poluir o meio ambiente se descartado.

Mas ainda assim acaba sendo o campeão em entulhos presentes nos aterros sanitários, o que acaba sendo bastante grave uma vez que pode demorar até 4 mil anos para se decompor, e ainda assim de forma indeterminada.

O vidro é um material 100% reciclável, podendo passar pelo mesmo processo infinitas vezes.

Após o processo de fusão, o vidro reciclado possui as mesmas características de um vidro que é produzido a partir de matérias-primas originais, sendo, assim, capaz de substituir parcialmente ou totalmente sua matéria-prima virgem, sem que haja perda de qualidade no produto.

Reciclar o vidro traz diversos benefícios, como por exemplo a diminuição e eficácia do uso de matérias-primas originais para produção.

A menor quantidade de gás carbono emitida devido ao menor consumo de energia; economia de recursos naturais, já que cada tonelada cúbica de vidro que é reciclado acaba reduzindo em 1,2 tonelada cúbica no uso de matéria-prima.

Menor desperdício, pois com o recolhimento dos vidros para reciclagem, acaba sendo menor o uso de incineradores e aterros, resultando na racionalização do espaço para detritos.

O vidro da reciclagem é derretido a uma temperatura inferior e mais rápida do que quando se utiliza a fusão de matéria-prima original, o que resulta em economia energética, além de não haver nenhuma perda de material durante sua reciclagem.

O processo de reciclagem de vidro no Brasil acontece a partir do derretimento de resíduos de vidro afim de fabricar novos produtos, sendo eles em sua maioria, embalagens.

As garrafas de vidro, por exemplo, são compostas em média 60% de vidro reciclado. Conforme a cor, o percentual pode chegar em até 90%. Para isso, o vidro deve ser primeiramente separado em três cores, sendo elas verde, marrom e branco.

Além de consumir menos energia e poupar boa parte de recursos naturais, se comparado à fabricação do vidro que não contém incorporação de cacos, com um quilo de vidro reciclado se faz um quilo de vidro, tendo perda zero de materiais.

Um outro fator importante que merece destaque é a menor geração e descarte dos resíduos sólidos urbanos, tendo aumento de vida-útil dos aterros sanitários e redução da coleta urbana.

Mas qual vidro pode ser reciclado?

Os vidros que podem ser reciclados são:

  • Espelhos
  • Garrafas de água e suco
  • Garrafas de cervejas e refrigerantes
  • Garrafas de bebidas alcoólicas
  • Box de banheiro
  • Vidros de janela
  • Para-brisa e laminados
  • Frascos de perfumes e de remédios
  • Cacos e embalagens de vidro em geral
  • Potes de produtos alimentícios

Processo de beneficiamento do vidro

Com o aumento da preocupação dom questões ambientais, diversas empresas têm procurado inovações, alternativas e novos métodos em seus processos produtivos.

Muita empresa de reciclagem de vidro, têmperas e beneficiadoras começaram como vidraçarias e acabaram modificando sua estratégia ao longo do tempo conforme a reação do mercado.

A  indústria de beneficiamento de vidro é responsável pela coleta, transporte e preparo do vidro que foi descartado como sucata. Esse material é direcionado à empresas que compram cacos de vidro para que possam ser utilizados em seu processo industrial.

O processo é iniciado a partir da coleta de vidro, sejam eles plano, oco, espelhos ou laminados. A empresa de reciclagem de vidro faz a logística da coleta, triagem e toda separação, possibilitando que aqueles resíduos possam ser matéria-prima novamente.

O produto sai da empresa em forma bruta para que possa ser utilizado de novo nos fornos de fabricação de vidro.

Mas como e onde vender vidro para reciclagem?

Algumas empresas são especializadas na compra de vidro, tornando o processo todo mais simples e organizado, destinando-os diretamente à indústria vidreira, criando soluções mais práticas para o gerenciamento do mesmo.

Essas empresas acabam muitas vezes disponibilizando itens para locação como caçambas estacionárias, frotas modernas equipadas com garras sucateiras, containers personalizados, pás-carregadeiras, caminhões, moinhos e empilhadeiras.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *